Resenhas

[Resenha] A Rainha do Castelo de Ar, Stieg Larsson

Na resenha do hoje vamos falar do desfecho de umas das melhores trilogias que já li. Se você ainda não conhece a trilogia Millenium leia abaixo a resenha dos dois primeiros livros.

 Os homens que Não Amavam as Mulheres (livro 1)

A Menina que Brincava com Fogo (livro 2 )


Sinopse:

img_0886 Neste terceiro e último volume da série, Lisbeth Salander se recupera, num hospital, de ferimentos que quase lhe tiraram a vida, enquanto Mikael Blomkvist procura conduzir uma investigação paralela que prove a inocência de sua amiga, acusada de vários crimes. Mas a jovem não fica parada, e muito mais do que uma chance para defender-se, ela quer uma oportunidade para dar o troco. E agora conta com excelentes aliados. Além de Mikael, jornalista investigativo que já desbaratou esquemas fraudulentos e solucionou crimes escabrosos, no mesmo front estão Annika Giannini, advogada especializada em defender mulheres vítimas de violência, e o inspetor Jan Bublanski, que segue sua própria linha investigativa, na contramão da promotoria. Com a ajuda deles, Lisbeth está muito perto de desmantelar um plano sórdido que durante anos se articulou nos subterrâneos do Estado sueco, um complô em cujo centro está um perigoso espião russo que ela já tentou matar. Duas vezes. A rainha do castelo de ar enfoca de modo original as mazelas da sociedade atual, tendo conquistado um lugar único dentro da literatura policial contemporânea.


Mais uma vez temos nossa incrível protagonista Lisbeth Salander mostrando do que é capaz. Após a tentativa de assassinato que sofreu, ela se vê acusada de diversos crimes e precisa enfrentar a justiça sueca. Enquanto isso, Mickael Blomkvist tenta ajudá-la a provar sua inocência. Para salvar Lisbeth, Mickael precisará desmascarar os homens mais poderosos da suécia e a divisão especial da polícia, a Sapö. Durante a narrativa, seus inimigos fazem de tudo para impedir que a verdade venha à tona e são capazes de cometer até mesmo um homicídio para manter essa história em segredo.

Sentiu que uma sombra gelada percorria a sala, mas interpretou-a como um sinal de medo e vergonha da paciente por trás daquela fachada impassível. Entendeu-a como uma indicação positiva de que, apesar de tudo, ela reagia à presença dele. Também estava satisfeito de o comportamento dela não haver mudado. Ela vai sabotar a si mesma no tribunal.”

Lisbeth com certeza é uma das mulheres mais fortes da literatura. Depois de todo o abuso e violência que ela sofreu desde sua infância, ela ainda continua uma mulher muito forte e determinada. É de se esperar que uma personagem antissocial não cause tanta empatia quanto ela causou em mim durante esses três livros. Além disso o melhor é que ela nunca se sentiu vítima de tudo o que sofreu. Ela só quer ser deixada em paz pelas autoridades que tanto abusaram dela.

giphy.gif

“Perguntava-se o que ela sentia por si mesma, e acabou se dando conta de que a vida lhe inspirava, antes de mais nada, indiferença.”

A trilogia Millenium como um todo tem uma narrativa excelente, com pontos muito bem detalhados, até demais em alguns momentos. O autor se preocupou em criar um passado e uma carreira detalhados para cada personagem, o que enriquece o texto e o torna mais real.

O fechamento da trilogia é digno de tudo que foi escrito nos dois primeiros livros, sem que a qualidade fosse perdida. Em contrapartida, em A Rainha do Castelo de Ar, temos uma história com menos reviravoltas e com poucos momentos de ação, como presenciamos nos outros dois primeiros livros. A tensão começa a crescer no fim do livro, no tão aguardado julgamento da protagonista, em que ela age de uma maneira incrível! (não me canso de dizer o quanto sou apaixonada pela Lisbeth)

img_0846

Além disso o livro traz pequenas passagens com conhecimentos históricos relacionados à mulher e críticas à sociedade contemporânea, além de retratar o abuso de poder e a corrupção.

“Calcula-se em seiscentos o número de mulheres soldados que combateram na Guerra de Secessão. Alistaram-se travestidas de homem. Hollywood deixou passar batido todo um aspecto da história cultural — ou será que esse aspecto incomoda muito do ponto de vista ideológico? Os livros de história sempre tiveram dificuldade em falar de mulheres que não respeitam os padrões de gênero, e em nenhuma área essa limitação é tão evidente como na guerra e no que se refere ao manejo de armas.”

No fim, bateu uma tristeza ao lembrar que nosso autor não está mais entre nós e que não teremos mais a oportunidade de nos deparar com outros livros dele. Felizmente, por consolo, temos o “4º livro” (A Garota na Teia de Aranha) de David Lagercrantz,  romancista premiado que foi escolhido para continuar as aventuras de Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist. Em breve pretendo ler e contar a experiência para vocês no blog.

img_0822


201312856130gO Autor

Stieg Larsson (1954-2004) foi fundador e editor-chefe da revista sueca Expo, que denuncia grupos neofascistas e racistas. Especialista na atuação das organizações de extrema direita em seu país, é coautor de Extremhögern, livro no qual põe o assunto em evidência. Morreu em sua casa, vítima de um ataque cardíaco, pouco depois de ter entregado os originais dos romances que compõem a trilogia Millennium.


 FICHA TÉCNICA

Título: A Rainha do Castelo de Ar (Luftslottet Som Sprängdes)

Autor: Stieg Larsson

ISBN:  8535915206

Editora: Companhia das Letras

Ano: 2009

Número de páginas: 688

Área principal: Romance Policial, Suspense, Ficção.

Classificação: 4-estrelas-01

post-por-jessica-01

 

 

Anúncios

18 comentários em “[Resenha] A Rainha do Castelo de Ar, Stieg Larsson

  1. Ahhh como amei essa série, como tenho saudade de Salander! Recentemente li que alguém publicou uma continuação, ainda não li (meeedo) mas já está comigo chama-se ” A Garota na Teia de Aranha” eu vou ler ainda. É uma pena realmente que o autor não pode mais dar continuação, só nos resta conjecturar rs ou ler AGNTDA vai que surpreende! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olha, nunca tinha nem ouvido falar desse livro, ou dos anteriores, mas pela resenha desse, eu já fiquei interessada no livro. A personagem me pareceu bem forte e eu AMO personagens assim, principalmente quando mulheres. Eu certamente vou ler o primeiro livro e se gostar – ou não – venho dizer o que achei ❤ beijos.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá, eu já li o primeiro livro dessa trilogia/série, e gostei demais da escrita do autor e dos personagens criados por ele, então fico contente por saber que o terceiro volume mantém o mesmo nível dos anteriores. Tenho o livro aqui, depois da sua resenha fiquei mais animada para realizar a leitura dele e do segundo.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Olá, tudo bem? Estou tem um tempinho para ler essa série, mas pelo tamanho dos livros sempre me assusto e deixo de lado haha e essa questão da morte do autor, da história continuar por outro escritor também me desanimou. Quem sabe futuramente? Vi que você é fã da trilogia. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  5. Essa é minha trilogia favorita da vida! E é tão bom ler resenha de pessoas que também adoram, e gostam tanto da Lisbeth! Ela é minha personagem feminina favorita da literatura. Irei reler a trilogia esse ano para matar a saudade ❤ Mas ainda não me convenci a ler esse "quarto livro"….
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oiii Jéssica, tudo bem?
    Menina eu fiquei apaixonada pela sua resenha e até hoje só tive oportunidade de assistir ao filme e espero um dia desses também conseguir ler o quanto antes.
    Beijinhos da Morgs!

    Curtido por 1 pessoa

  7. Sempre fui atraída por esse título, sem nem conhecer a história. Alguns anos atrás vi o filme americano do livro um, com Daniel Craig, achei forte, mas um bom filme. Pretendo ler os livros assim que a oportunidade surgir. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s