Resenhas

[Resenha] O Temor do Sábio, Patrick Rothfuss

Há três coisas que todo homem sábio deve temer: o mar em uma tempestade, uma noite sem lua, e a ira de um homem gentil.

Todos que me conhecem sabem o quanto eu sou louca por livros de fantasia. A Crônica do Matador do Rei, de um modo geral, me deixou totalmente imersa nos quatro cantos da civilização e despertou em mim aquela ânsia por mais fantasias como essa. Li o primeiro livro de 656 páginas relativamente rápido, mas nada se compara a ler 960 páginas em menos de um mês!

Leia aqui a resenha do primeiro livro: O Nome do Vento

Para quem chegou agora na conversa e não acompanhou o primeiro livro, aconselho a leitura da resenha anterior. Caso você ainda tenha dúvidas de que vale a pena ler a resenha completa, vamos começar do começo. (risos) Vou dar uma explicação breve sobre a história e, se você quiser saber mais é só visitar o link anterior.

PSX_20161118_151540.jpg

Kvothe (pronuncia-se “Kuouth”) é o nosso personagem principal. No primeiro livro seus pais foram brutalmente assassinados por uma espécie de clã chamado Chandriano, um grupo misterioso com poderes que vão desde soltar fogo azul até saber se seus nomes estão sendo pronunciados em qualquer lugar do mundo. Esse grupo é uma lenda nos quatro cantos. Todos têm medo até de contar a história e pouco se sabe sobre eles. É fato que existem, apesar de que quase ninguém que viu o grupo sobreviveu para contar, exceto Kvothe. Muitos acham que o Chandriano não passa de – como se diz aqui em Minas Gerais – “conversa para boi dormir”.

Quando na lareira azula o fogo,
O que fazer? O que fazer?
Correr para fora e se esconder

Negros como o corvo os olhos dele a luzir
Para onde fugir? Para onde fugir?
Perto e longe se encontrarão. Logo, logo aqui estão.

Viu um homem que rosto não tem
Andar qual fantasma aqui e além?
Qual é o plano? Qual é o plano?

Chandriano. Chandriano.”

Ao ficar órfão ainda muito jovem, nosso protagonista vive várias aventuras nas ruas e consegue realizar seu sonho de entrar na universidade (não acho que este tenha sido um nome apropriado para uma escola de magia medieval, mas ok!). Lá ele aprende a arte do Arcanismo, uma espécie de magia, faz amigos e também inimigos além de procurar respostas para a morte de seus pais. Tudo isso encontra-se no primeiro livro.

“Um segredo da boca é como uma pedra na bota. No começo, mal se tem consciência dela. Depois, torna-se algo irritante e, mais tarde, intolerável. Os segredos da boca vão crescendo à medida que são guardados, inchando até pressionar os lábios. Lutam para se soltar.
Os segredos do coração são diferentes. São privados e dolorosos e não há nada que se deseje mais do que escondê-los do mundo. Eles não inflam nem pressionam a boca. Vivem no coração e, quanto mais são guardados, mais pesados se tornam.
Diz Teccam que é melhor ter a boca cheia de veneno que um segredo no coração. Qualquer idiota é capaz de cuspir o veneno, diz ele, mas nós guardamos esses tesouros dolorosos. Engolimos em seco todos os dias para contê-los, empurrando-os para baixo, para nossas entranhas mais recônditas. Lá eles permanecem, ganhando peso, supurando. Com o tempo, não  há como deixaram de esmagar o coração que os contém.”

PSX_20161118_151437.jpg

Em O Temor do Sábio, mudamos um pouco de ares. Com Kvothe mais velho (nem tanto) ele se vê obrigado a deixar a universidade por um tempo, já que fez inimigos muito poderosos, quase foi expulso umas 100 vezes (brincadeirinha) e não tem dinheiro para pagar as taxas do próximo semestre. Ele aventura-se pelos Quatro Cantos, procurando um mecenas – esqueci de falar que o Kvothe é musico e toca divinamente um instrumento chamado Alaúde. Mecenas é uma espécie de patrocinador rico e apreciador da arte que ajuda o seu artista financeiramente.

Durante a história ele também continua perseguindo o nome do vento e melhorando suas habilidades como arcanista. Em Vintas, ele se vê envolvido pelo jogo dos barões poderosos e faz de tudo para conseguir a aprovação e o apoio deles. Depois disso a história desenvolve-se em uma grande aventura ao longo do caminho que ele percorre.

“Ao amar alguma coisa, certifique-se de que ela retribui seu amor caso contrário, acarretará um número infindável de problemas ao persegui-la.”

O Temor do Sábio, apesar de ter 960 páginas, é um livro que vicia a cada página. Quando tudo parece que vai ficar chato e monótono eis que surge algo que torna a história interessante novamente. Sua leitura flui facilmente ao longo de capítulos não muito longos. É importante dizer que apesar de ser uma leitura fácil, requer muita atenção do leitor para os detalhes. Rothfuss nos deixa várias pistas nas músicas, contos e cantigas que são apresentadas ao longo da trama. Delas podemos tirar várias teorias que vão nos encaminhar para o desfecho da história.

“Toda a verdade do mundo está contida nas histórias, você sabe”

Nesse livro expandimos nossos conhecimentos acerca do universo criado por Patrick. O autor conseguiu criar dentro de um universo diversas culturas, crenças e modos de vida. São diversas histórias dentro da própria história e é isso que a torna incrível!

psx_20161118_151201

“Mas havia sempre uma parte de mim que esperava mais, portanto havia uma parte de mim que era sempre tola.”

Enquanto não lançam o terceiro livro, vários questionamentos foram deixados:

  1. O que tem na caixinha que Meluan Lackless mostra a Kovthe? Qual o segredo essa família esconde?
  2. O que existe atrás das portas de pedra? (Título do terceiro livro)
  3. O que são e para que servem os marcos do percurso?
  4. Quem é o mecenas de Denna?
  5. Kvothe encontrará o Chandriano?

Tudo isso será um assunto para outro post. 🙂


ATENÇÃO! Esse parágrafo contém SPOILERS! Não diga que eu não avisei. (Grife o texto com o mouse para lê-lo).

[A parte que eu mais gostei foi do tempo em que Kvothe passa em Ademre. Achei o período de Vintas muito tenso! O jogo da corte precisava ser jogado com cautela, tudo que o personagem fizesse ou dissesse precisava ser pensado para não desagradar os poderosos. Já em Ademre, apesar de ser visto como um estrangeiro e ser rejeitado pela maioria por isso, é um lugar que nos transmite paz e estabilidade. Conhecer a arte da Lethani, filosofia de vida que abrange conduta, valores e disciplina do povo ademriano, deve ser incrível e engrandecedor. O momento que mais gostei foi quando Shehyn, a líder dos Ademrianos, conta a história do Chandriano. A conversa que Kvothe tem com o  Cthaeh, a árvore que prevê o futuro, também é muito interessante e nos deixa curiosos, cheios de perguntas. As duas  cenas com certeza acrescentarão muito no livro três e no universo do nosso personagem.]


psx_20161118_151306

Finalizo essa resenha pedindo sinceras desculpas aos fãs da crônica, caso eu não tenha conseguido transmitir a grandiosidade dela nesse pequeno texto e demonstrar o quanto me apaixonei pela trilogia. Sugiro a todos que leiam! Esse é um dos meus livros favoritos de fantasia e com certeza vai agradar aos amantes do gênero. Se você ainda não se convenceu, pegue o primeiro livro e comece…Um dia você irá me agradecer!

Vamos conversar um pouco do que esperar do terceiro livro? Deixe nos comentários suas teorias.


1991314637459gO Autor

Patrick James Rothfuss (Madison, Wisconsin, EUA, 6 de junho de 1973) é um escritor de fantasia americano. Ele é o autor da série A Crônica do Matador do Rei. O primeiro livro da série, uma trilogia, O Nome do Vento, que é também seu romance de estreia, fez grande sucesso e foi aclamado pela crítica, entrando para a lista dos mais vendidos do New York Times . O segundo livro da série,The Wise Man’s Fear (no Brasil traduzido como “O Temor do Sábio”), foi publicado em 1º de março de 2011 nos Estados Unidos .


FICHA TÉCNICA

Título: O Temor do Sábio (Wise Man’s Fear)

Autor: Patrick Rothfuss

ISBN: 8580410320

Editora: Arqueiro

Ano: 20011

Número de páginas: 960

Área principal: Ficção, Fantasia, Romance.

Classificação:  5 estrelas

 

Sem Título-2

 

Anúncios

32 comentários em “[Resenha] O Temor do Sábio, Patrick Rothfuss

  1. Nossa, eu ainda não conhecia esses livros e vejo que estou perdendo uma grande história. Fiquei muito curiosa para saber mais sobre a trama e poder acompanhar o desenvolvimento dessa história. Eu gostei bastante de conhecer o livro aqui na sua resenha e a leitura parece ser muito boa fiquei com a sensação de que o livro é envolvente do começo até o fim. Adorei a capa.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá!! 🙂

    Eu não conhecia o livro nem a coleção no qual se integra!! 🙂 Bem, adorei que o livro tenha toda essa qualidade… QUero muito ler agora! ahha

    A verdade e que amo fantasia também.. E a premissa agradou! Fico contente que tenhas gostado e que tenhas tantas questões para o próximo livro! 🙂

    Boas leituras!! 😉
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá
    Eu já conhecia essa série e sei todo o amor que seus leitores tem por ela,;pois não conheço uma pessoa que criticou o mesmo rsrs. Acho a proposta do livro bem bacana, mas eu tenho um certo medo com livros tão grande, mas fico feliz em saber que mesmo o livro sendo tão grande, a leitura não fica chata ou coisa do tipo, isso é bem legal. Sobre suas dúvidas do final, me deixou mais intrigadocara conhecer a obra e criar minhas suposições para essas perguntas. Enfim, espero que não demore para ser lançado o desfecho da série. Até mais vê
    Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oiii Jéssica

    Já me disseram que esse livro é viciante mesmo e que apesar de seu numero de paginas a gente consegue ler sem nem se dar conta, acho que isso faz toda a diferença. Quero ler esse livro agora nas férias, com mais calma, acredito que irei curtir muito essa leitura.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    Curtir

  5. Olá Jéssica,

    Tenho uma curiosidade imensa sobre esses livros e agora que li suas duas resenhas, sinto que preciso ler essa história. Adorei a ambientação da obra e todo esse mistério que ronda a vida do protagonista, pulei a parte dos spoilers, justamente porque quero comprar meus exemplares ainda esse ano e ler logo, para me divertir tanto quando você.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    Curtido por 1 pessoa

  6. Olá!
    Eu amo livros de fantasia e fiquei muito interessada por esse, mas vou te contar, 960 páginas me deixou muito assustada! hahaha Apesar de você ter falado que a leitura é rápida e muito gostosa, fiquei com um pé atrás somente por isso, mas amei a sua dica! Quando criar coragem com certeza vou ler hahaahah
    Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Oi!

    Esse autor é incrível né? Tudo o que leio dele eu morro de amores. Eu ainda não li esse livro, justamente por ser calhamaço, mas está na lista dos que pretendo ler. Adoro leituras viciantes e espero ler ano que vem e amar tanto quanto você haha

    Parabéns pela resenha!

    bjs

    Curtido por 1 pessoa

  8. Olá Jéssica,
    Esse é um livro que tenho vontade de ler, mas tenho preguiça, confesso.
    Gostei de conhecer suas impressões e um pouco mais sobre a obra e percebi que continuo curiosa para ler mesmo. Adorei saber que a obra não é monótona nem cansativa e que, quando isso está prestes a acontecer, o autor vai lá e BUM nos dá uma situação que muda as coisas e reativa a vontade de ler.
    Adorei sua resenha e espero ler.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    Curtido por 1 pessoa

  9. Oie!
    Eu ainda não li nenhum livro dessa série, mas sempre leio bastante elogios dessa história.
    Preciso me arriscar na leitura, acredito que vou gostar bastante. Gosto de livros de fantasia, e já li que vou gostar bastante desse.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    Curtido por 1 pessoa

  10. Oi. Tudo bem?
    Nossa, bem grandinho esse livro, hein? É um ponto muito positivo saber que consegue admirar sem cair na monotonia. Parece ser uma história bem bacana. Achei engraçado um livro de fantasia resgatar uma instituição tão normal quanto a universidade. Olha, eu achei bacana a história, mas acho que não seria o tipo de livro que gostaria de ler. O fato de ser um série me deixou um pouco mais desanimado, eu geralmente gosto de livros únicos. Para me envolver com uma série, preciso gostar muito do enredo. Gostei de conhecer mais esse segundo livro e talvez volte depois para ler a resenha do primeiro livro. Gostei bastante da sua resenha.
    Abraço!

    meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

    Curtido por 1 pessoa

  11. Oi Jéssica!
    Eu sempre ego na mão o primeiro livro e ele já faz um tempão que está na minha lista de livros para comprar, porém sempre desisto dele por causa do tamanho. Ultimamente já estou me enrolando em um livro de 300 páginas, imagina em um de 600… E pensar que o segundo tem quase 1000 páginas, rsrs.
    Mas fico bem mais tranquila de saber que você gosta tanto dessa trilogia. E por eu gostar de fantasia, acho que tem bastante chance de eu curtir essa leitura. O problema no momento mesmo é o tamanho…
    Imagina o terceiro – deve ter 1500 páginas.
    Bjss

    Curtido por 1 pessoa

  12. Olá, tudo bom?
    Primeiramente, amei suas fotos! Uma mais linda que a outra!! *-*
    Bem, confesso que não sou muito fã de fantasia e quando leio o gênero, procuro livros menores pois me canso com muita facilidade. Saber que você leu quase mil páginas desse universo em menos de um mês me deixou um tanto curiosa para conferir o diferencial dessa história. Muito legal saber que o livro não cai na monotonia, sendo um livro viciante. Curti saber também que a leitura flui bem, ainda que o leitor tenha que estar atento aos detalhes. Enfim! Não é uma leitura que pretendo realizar no momento, mas, vou anotar a sugestão para uma futura leitura. Parabéns pela resenha super bem escrita!

    Beijos!!

    Curtido por 1 pessoa

  13. hahahaha ela consegue entrar para universidade, achei o máximo se referir assim para escola medieval! Achei muito interessante essa premissa, mas não é um livro que eu leria, não curto muito essa pegada não, ainda assim adorei sua resenha, escreveu muito bem suas impressões!! Suas fotos também ficaram ótimas!

    Curtido por 1 pessoa

  14. Caramba, quase mil páginas em um mês é um recorde! Estou agarrada em um livro de 400 páginas, então imagina? Adorei a ideia da história, melhorando habilidades e os quotes que você selecionou são muito reflexivos. Não sei se eu me arriscaria a leitura por ser muito grande, mas quem sabe um dia? Parabéns pela resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    Curtido por 1 pessoa

  15. Oiii!!
    Nossa essa trilogia são de livros gigantes kkkk. Fiquei impressionada com o tamanho dos livros, mas quando a história é boa isso é detalhes, não é mesmo?
    Gosto muito de livros de fantasia e achei essa história bem interessante. Achei engraçado a faculdade que o personagem faz kkkk quem dera tivesse faculdade de magias na vida real.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  16. Olá,

    Acho que todo os booktubers que acompanho já leram esse livro e falam super bem dele, mas acredito que esse é um daqueles livros que só lendo para saber se gostarei. No momento, não sinto nenhuma vontade em fazer essa leitura, mas quem sabe isso não mude no futuro né.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  17. Olá, Jéssica

    Eu até tenho vontade de ler os livros do autor, mas o tamanho me impede. Até hoje estou empacada nas histórias do titio Martin pelo mesmo motivo. Eu tenho pouco tempo para ler, então ler livros muito grandes me tomaria muito tempo. Por isso vou adiando e vou lendo livros menores.
    Mas a história tem todos os elementos que me agradam! Curto uma boa fantasia medieval e acredito que apreciaria a trama. E espero que essas perguntas que surgiram sejam respondidas no próximo volume.

    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  18. Oiee ^^
    Eu não sou fã de fantasia, mas sempre quis ler essa trilogia, pois sempre via o pessoal falando super bem dos livros. Não são prioridade (por causa do tamanhão e também do gênero), mas são livros que eu espero ler em breve. Fico feliz em saber que o livro tem um ritmo rápido e viciante, é assustador e muito bom quando isso acontece, né?
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    Curtido por 1 pessoa

  19. Oi oi querida,
    Não conhecia a obra, e olha que adoro fantasia. Mas pelo o que entendi o livro tem mais de 900 páginas. Acho que não leria, Sorry.
    O livro tem uma ótima premissa, e uma escrita inovadora. Gostei dos quotes, isso me fez gostar mais da história criada pelo autor. Mas mesmo assim estou fugindo de livros grandes….

    P.S a sua resenha me deixou curiosa a conhecer mais obras do autor, vou ver se dou uma chance ao primeiro livro. Depois vejo se vale a penas continuar.

    Curtido por 1 pessoa

  20. Olá Equipe do Relicário de papel.

    Bela resenha senhorita Jéssica, sou aficionado na obra de Patrick rothfuss e já tenho mais de 6 versões dos dois volumes, sem contar a versão ebook de A Música do Silêncio e Rogues. E é sempre bom ver boas resenhas desta magnífica obra.

    Agora sobre seus questionamentos no final, pra mim ficou óbvio que os marcos do percurso são portais, que aliás o Chandriano usa para se movimentar.

    Por aqui fico. Abraços…

    Curtido por 1 pessoa

  21. Muito boa a resenha, parabéns. Realmente o livro vale a pena, te envolve na história de uma maneira que você nem percebe que tem tantas páginas. Li este em dez dias rsrs, foi meio cansativo, mas valeu a pena. É uma pena que não tenha nem previsão para o terceiro livro. Estou curioso para saber o que acontecerá com nosso Kvothe.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s