Resenhas

[Resenha] Filhos do Éden, Anjos da Morte

Olá leitores!

Muitas pessoas gostaram da resenha anterior e como prometido, hoje trarei a resenha do segundo livro, que particularmente é meu favorito dos dois.

(Para conferir a resenha do primeiro livro clique aqui.)

“Pólvora, Napalm e lágrimas. Se me perguntassem em poucas palavras, eu diria que é disso que é feito este livro.”  – Eduardo Spohr

Bom, a notícia boa é que não é necessário ler o primeiro livro para compreender o segundo. Se você se interessar pelo livro, pode correr pro abraço! (risos). Mas é preciso cuidado: Em algumas partes você pode ficar meio perdido, principalmente se você não estiver familiarizado com o universo Spohr.

Sem mais delongas, vamos à sinopse:


“Desde eras longínquas, os malakins, anjos virtuosos e sábios, observam e estudam o progresso do homem. Mas eis que chega o século XX, e com ele a acelerada degradação do planeta. Os novos meios de transporte, os barcos a vapor e as estradas de ferro levaram a civilização aos cantos mais distantes do globo, afastando os mortais da natureza divina, alargando as fronteiras entre o nosso mundo e as sete camadas do céu. 
Isolados no paraíso, os malakins solicitaram então a ajuda dos “exilados”, anjos pacíficos que há anos atuavam na terra. Sua tarefa, a partir de agora, seria participar das guerras humanas, de todas as guerras, para anotar as façanhas militares, o comportamento das tropas, e depois relatá-las aos seus superiores celestes. Disfarçado de soldados comuns, esse grupo esteve presente desde as trincheiras do Somme às praias da Normandia, das selvas da Indochina ao declínio da União Soviética. Embora muitos não desejassem matar, foi isso o que lhes foi ordenado, e o que infelizmente acabaram fazendo.
Carregado de batalhas épicas, magia negra e personagens fantásticos, ‘Filhos do Éden: Anjos da Morte’ é também um inquietante relato sobre o nosso tempo, uma crítica à corrupção dos governos, aos massacres e extremismos, um alerta para o que nos tornamos e para o que ainda podemos nos tornar.”


Autor Desconhecido. Ilustração de alguns personagens do livro. Da esq. p/ a dir: O primeiro anjo, Andril, Urakin, Levih, Zarion, Kaira, Denyel, Sirith, Forcas e Yaga.
Ilustração de alguns personagens do livro: da esq. p/ a dir.: O primeiro anjo, Andril,Urakin, Levih,Zarion, Kaira,Denyel, Sirith, Forcas e Yaga. Autor Desconhecido.

Bom, a sinopse é muito explicativa, como vocês podem ver, e deixa até quem nunca ouviu falar da obra um pouco curioso pra conhecer.

Explicando um pouco melhor alguns termos da narrativa, os denominados “anjos da morte” são os anjos que foram ordenados a viver na terra se passando por pessoas comuns e se alistar nas guerras, assumindo a tarefa de “espiões” nos conflitos humanos para informar tudo aos seus superiores, os Malakins. O mais legal é a maneira que o autor criou para ser o objeto de espionagem dos anjos: Suas Tag’s, utilizadas nas guerras, gravavam todas as informações para serem passadas posteriormente aos Malakins.

Tag's utilizadas na segunda guerra para identificar os soldados.
Tag’s utilizadas na segunda guerra para identificar os soldados.

Claro que um anjo no meio de uma guerra é capaz de levantar suspeitas já que eles são praticamente invencíveis (eu disse praticamente). Por isso, de tempos em tempos eles eram obrigados a mudar de pelotão, de base e até mesmo de “lado” na guerra. Este foi um aspecto que me chamou muita atenção.

O objetivo dos anjos não era especificamente ajudar um país ou ajudar os humanos em si, mas sim, estar em todos os lugares, nas linhas de frente e na retaguarda, coletando informações sobre o comportamento humano. Muitas vezes era necessário que eles matassem dezenas de pessoas e até mesmo outros anjos para que seu disfarce não fosse descoberto.

“A despeito das atrocidades aqui retratadas, quase todas inspiradas em acontecimentos reais, eu não acredito, sinceramente, que devamos fechar os olhos aos perigos que nos cercam. O sofrimento existe no mundo, sempre existiu. Em vez de dar as costas a ele, o nosso desafio, enquanto seres humanos, é encarar tais horrores, saber driblá-los ou combatê-los. O grande dilema está em lidar com essa duplicidade de sentimentos tanto fora quanto dentro de nós, do ódio ao amor, da crueldade à ternura, da tristeza à alegria. É viver dignamente e escolher o caminho do bem ante da sedutora face do mal.” – Eduardo Spohr

A capa e a Diagramação seguem no mesmo estilo dos outros livros da coleção. Não tenho nada do que reclamar, pois acho as capas lindas!

FdE251001

Esta capa traz como cena o primeiro capítulo do livro, que retrata o Dia D (6 de junho de 1944), em que milhares de anjos vieram à terra resgatar as almas dos milhares de mortos desse dia.  Ainda contamos com um mapa logo no começo do livro que serve como guia para as andanças de Denyel , nosso protagonista.

A narrativa em si é um pouco diferente das outras obras do autor, pois o enredo foca muito nos personagens e não no desenrolar da trama como aconteceu no primeiro livro. Neste livro, passamos a conhecer melhor o Denyel muito antes dos acontecimentos do primeiro livro. Com algumas ressalvas, temos alguns capítulos narrados na atualidade, que visam dar continuidade à trama.

Particularmente, eu gostei muuuito mais das partes do Denyel sendo o Anjo da Morte do que das partes que davam continuidade ao livro um. Eu ficava até chateada quando ia avançar um capítulo e via que era sobre a atualidade! Fiquei tãaao submersa nas guerras que passei a me entediar com o resto.


Nota: NÃO PERCAM NA PRÓXIMA SEMANA, AQUI NO BLOG, O LANÇAMENTO DE UMA FANFIC INÉDITA BASEADA NOS LIVROS DO EDUARDO SPOHR!! TE CONTO TUDO SEMANA QUE VEM!! NÃO PERCAM!!


SOBRE O AUTORdownload


Escritor, jornalista, blogueiro e participante do NerdCast, o podcast do site Jovem Nerd. É autor do romance best-seller “A Batalha do Apocalipse” e atualmente ajuda a gerenciar o selo editorial NerdBooks, voltado à literatura fantástica. É, ainda, professor da faculdade Hélio Alonso, no Rio de Janeiro, onde ministra o curso “Estrutura Literária – A Jornada do Herói no Cinema e na Literatura”.

O que esperar desse livro? Não esperem mais! Leiam! Temos muita guerra, sangue, lutas, romance, amizade e muito mais!!!Tudo isso num só livro!

“Carreguem seus rifles,preparem as baionetas, ajustem seus capacetes. Convido-os a embarcar comigo nesta viagem. De volta no tempo. De volta ao século XX.” – Eduardo Spohr

FICHA TÉCNICA

Título: Filhos do Éden, Anjos da Morte

Autor: Eduardo Spohr

ISBN: 978-85-7686-245-1

Editora: Verus

Ano: 2013

Número de páginas: 586

Área principal: Ficção, Fantasia, Romance.5 estrelas

Nota:

Bom gente, espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje. Não se esqueçam que o lançamento do 3º livro da franquia está marcado pra deia 31 de Outubro, mas a pré- venda já começa no dia 06/09 ( próximo domingo). Eu vou correndo garantir o meu! 

pp
Olha que capa MARAVILHOSA! Estou quase morrendo de ansiedade!

E você o que achou da resenha e do livro? Deixe um comentário com a sua opinião! Não se esqueça de curtir a nossa página no facebook e ficar sabendo de tudo que acontece aqui no Blog.

caixa curtir rp
Clique no banner e você será redirecionado para a fan page do facebook!

Até quarta-feira que vem com a fanfic e muito mais! beijos

Anúncios

6 comentários em “[Resenha] Filhos do Éden, Anjos da Morte

  1. Olá! Eu não tinha conhecimento do livro e muito menos do autor. Mas o que me chama muito atenção, não só pela sua resenha em si, mas pelo fato que o autor é nacional. Como tem crescido autores bons nacionais, você não acha?!

    Fiquei feliz por ver que você gostou do primeiro livro e por isso quis dar uma continuidade na leitura. Embora que esteja cheia de livros para ler rsrsrs Fiquei muito interessada em conhecer esta obra.
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s